terça-feira, 8 de novembro de 2011

Relação mãe e filho

Como no-outros mamíferos, em seres humanos desde a maternidade envolve um monte de contato físico (carícias, beijos, a presença física da mãe, etc.), Mas também uma parte, mais importante do que para mamíferos inferiores - de ternura e carinho, "presença" sentimental. A criança precisa sentir que sua mãe ainda está lá, pronto para tranqüilizar ou acalmar suas necessidades vitais básicas.

Infelizmente, é inútil para enganar, e deve se acostumar com a idéia de que a necessidade fundamental já não corresponde com as possibilidades da mãe em nossas sociedades modernas.

Isto já não é materialmente a possibilidade de dedicar-se inteiramente ao seu filho por meses como gostaria. O ritmo e exigências da vida moderna eo fato de que muitas vezes a mãe trabalha, criando um abismo intransponível entre as exigências da criança e as chances de a mãe.

Portanto, é necessário tentar conciliar o inconciliável, ou seja, a criança necessidades e possibilidades da mãe.

A amamentação é uma condição importante na relação entre mãe e filho

Pelo que tenho apresentado mostra a importância de a mãe a amamentar seu filho. Esta é a maneira mais natural e eficaz para fortalecer os laços físicos entre mãe e bebê.

Além disso, o leite materno é o melhor alimento para o recém-nascido.
Como eu explico no próximo capítulo deve ser amamentado por pelo menos dois meses, que de outra forma corresponde em muitos países, o período legal de descanso pós-natal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário